(86) 3194-5100

Acidentes domésticos: como prevenir, o que fazer ou não caso aconteça?

Acidentes domésticos são mais comuns do que se imagina e isso acontece porque muitos materiais utilizados no dia a dia parecem que não oferecem perigo, mas podem causar danos severos, sobretudo à visão.

Tamanho da letra:
A
A
Publicado em: 07 de dezembro de 2017

Sabe aquela sopradinha no olho pra tirar um cisco, que na verdade é quase um gesto de carinho? Isso pode ser perigoso. O sopro pode levar bactérias e até infeccionar o olho. E você já viu aquelas arminhas de brinquedo que atiram com uma borrachinha macia? Elas podem se tornar uma verdadeira ameaça porque atingem 100 km/h. E se acertar no olho de alguém, você sabe o que fazer? 

Acidentes domésticos são mais comuns do que se imagina e isso acontece porque muitos materiais utilizados no dia a dia parecem que não oferecem perigo, mas podem causar danos severos à visão. Além dos objetos, topadas e quedas são também são bastante comuns. As crianças são as principais vítimas, mas os adultos também podem machucar os olhos por acidente e até mesmo por distração. Idosos costumam se acidentar e muitas vezes, pela queda, ferem os olhos. Por isso, a casa deve estar preparada para evitar os tombos (retirar tapetes, iluminação adequada, ajudam). Pessoas que já sofreram acidentes e ou até que já perderam a visão de um dos olhos, precisam de cuidado redobrado.

A recomendação é evitar coçar os olhos, pois isso facilita o aparecimento de infecções e irrita muito mais os olhos. Nos USA é muito comum as pessoas utilizarem materiais de proteção (óculos, máscara e luvas) para realizar pequenos reparos domésticos, com o uso da furadeira, por exemplo. Se isso fosse uma prática aqui no Brasil, muitos acidentes poderiam ser evitados, pois geralmente eles acontecem de forma "boba e inocente", quase por distração. Lesões e arranhões além da dor, também causam vermelhidão, visão embaçada e lacrimejamento. Compressas geladas podem ajudar.

Tipos de acidentes mais comuns:
- Perfurações no globo ocular com objetos pontiagudos. A dica é manter esses objetos sempre fora do alcance das crianças. Caso aconteça alguma coisa, proteja o olho com uma gaze, sem apertar, e corra para o pronto-socorro. No caso de corte no olho, é preciso cobrir com algo que não aperte, como um copinho de café, por exemplo.

- Queimaduras. Cuidado com as panelas. Mantenha-as fechadas para evitar que o líquido respingue e cause queimadura nos olhos. Queimaduras provocadas por "espirros" são comuns e podem causar danos superficiais, mas que deixam cicatrizes.

- Fumantes.
Um simples descuido pode causar uma queimadura ocular, cuidado.

- Fogos de artificio.
Muito comuns nas festas de fim de ano, também entram na lista.

- Produtos de limpeza.
Podem respingar nos olhos até mesmo quando a pessoa está distraída. Os produtos são tóxicos e caso atinjam os olhos, o procedimento é lavar com água corrente fria muitas vezes (muitas mesmo). Depois de lavar, o ideal é cobrir o olho e correr para o pronto-socorro. A lesão pode ser superficial, mas dói muito e se o produto for muito tóxico ele começa a penetrar nos olhos, pode danificar a córnea, lesar os vasos e até causar necrose no olho. Os piores acidentes com produtos de limpeza são causados por soda cáustica.

- Plantas.
É preciso cuidado para manusear as plantas, pois algumas contém espinhos que podem ferir os olhos. Outras soltam líquidos e podem causar irritações na vista. É sempre bom utilizar luvas e óculos. O procedimento, caso aconteça, é o mesmo dos produtos de limpeza, lave com água abundantemente e busque ajuda. A parte mais danosa para os olhos é a seiva. O pólen amarelo pode causar alergia.

- Pancadas e boladas.
Boladas, pancadas e socos podem causar danos severos. Rolha de champanhe também faz um estrago daqueles. Bolas pequenas como de tênis ou golfe causam estragos maiores. A de futebol causa trauma, mas as pequenas podem até "explodir" o olho. Uma bolada de tênis, squash, paintball ou golfe pode causar hemorragia no olho, descolamento do cristalino e da retina. Na grande maioria das vezes, ficam sequelas.

- Brinquedos.
Muitos brinquedos como flechas e revólveres podem causar traumas nos olhos, semelhante a batidas e quedas. Caso aconteça, proteja o olho e corra para o hospital ou oftalmologista.

- Areia e terra. Podem causar arranhões na córnea. Lave com água abundante para tirar o máximo da areia, porém é bem difícil eliminar tudo. Areia e terra nos olhos doem muito e a cada piscada, pode ocorrer um novo arranhão na córnea. Para retirar todo o resíduo, o oftalmologista deve pingar um anestésico. Quando a lesão é simples, a cicatrização é bem rápida.

- Cisco. O melhor a fazer é lavar com água corrente e pingar um colírio lubrificante. Pedir para alguém soprar não é uma boa, primeiro porque não sai assim tão fácil, segundo porque se houver alguma lesão no olho pode ocorrer uma contaminação com as bactérias expelidas pela outra pessoa.

- Insetos. Acidentes com insetos nos olhos é mais comum do que se imagina. Mosquitinhos e besourinhos podem entrar nos olhos e por causa da umidade, ficar presos e até morrer ali dentro. Além dos pedaços do bicho, é possível que ele libere líquidos orgânicos que causam queimaduras.

Fonte: G1
Edição: F.C.

Comentários

Nenhum comentário cadastrado. Seja o primeiro!





Deixe seu comentário

Nome*
Email*
Verificação*
Seu comentário*