(86) 3194-5100

Ferro, vitamina A, iodo, zinco e ácido fólico: onde achar os 5 itens que mais faltam na nutrição ao redor do mundo

Esses são os cinco nutrientes de maior carência no mundo.

Tamanho da letra:
A
A
Publicado em: 10 de agosto de 2018

Ferro, vitamina A, iodo, zinco e ácido fólico. Esses são os cinco nutrientes de maior carência no mundo. Mas quais os efeitos da falta deles no nosso organismo? A solução é bem simples: basta ir à feira, supermercado, quitanda e apostar em uma alimentação mais natural. O Brasil é o quinto país com maior número absoluto de obesos no mundo. Estamos consumindo cada vez mais os alimentos ultraprocessados, com baixíssimo valor nutricional. O reflexo disso é uma população malnutrida e obesa. Saber escolher bem o que comer, especialmente em certos momentos na vida, como gravidez e infância, é fundamental para desenvolvimento dos tecidos do corpo e também para o desenvolvimento intelectual.

Ferro: tem como função o transporte e reserva de oxigênio, desempenho cognitivo, função imunológica. A carência pode causar anemia ferropriva e é prejudicial ao crescimento e desenvolvimento físico e mental. A melhor fonte de ferro é a carne vermelha, seguida dos feijões e folhas verdes escuras.

Zinco: importante para a manutenção da imunidade do organismo. Falta de zinco está relacionada ao retardo da maturação sexual, retardo do crescimento e queda de cabelo. Semente de abóbora e gema de ovo são boas fontes, assim como castanha de caju, carne, frango e peixe.

Vitamina A: importante para a saúde dos olhos. Também atua na manutenção das células da pele e das mucosas, no crescimento e desenvolvimento, é antioxidante e ajuda no sistema imunológico. A carência provoca diminuição no crescimento, falta de apetite e cegueira noturna. Entre as fontes estão a carne, fígado, ovo de galinha, vegetais e frutas de cor alaranjada como cenoura, abobora e manga.

Ácido fólico: está envolvido na síntese de material genético, atua como coenzima no metabolismo de aminoácidos. A falta tem relação com a diminuição ou inibição no crescimento, susceptibilidade a infecções, perda de apetite. Melhores fontes são os feijões e folhas verdes escuras.

Iodo: tem como função a síntese dos hormônios tireoidianos T3 e T4. A carência está relacionada com o bócio, cretinismo, retardo mental irreversível. Fonte natural é a água do mar, por isso os peixes marinhos têm iodo. Entretanto, o que consumimos no sal iodado já o suficiente.


Fonte: G1
Edição: F.C.

Comentários

Nenhum comentário cadastrado. Seja o primeiro!





Deixe seu comentário

Nome*
Email*
Verificação*
Seu comentário*